Central Anitta » Bang
Arquivo da categoria 'Bang'
13
out
16

BANG! É com essa expressão, que começamos mais um TThrowback aqui do nosso site, dessa vez, falando sobre um dos maiores, se não o maior, sucessos da Anitta: o álbum ‘Bang‘!

Lançado a exatamente um ano atrás, esse é o terceiro álbum de estúdio da cantora, projeto que serviu para firmar mais ainda o nome dela no nosso país e, consequentemente, quebrar records e elevar sua carreira à um nível que ela (nem nós) imaginava.

Para comemorar esse dia tão especial, vamos relembrar cada detalhe desse lançamento?

Eclético“. Era essa a palavra que Anitta usou desde o começo para definir seu próximo projeto, e foi isso que nós vimos. Em entrevista, em agosto de 2015, a cantora revelou: “Ele [‘A3’, até então] mistura tudo. Pela primeira vez eu consegui fazer um álbum realmente eclético“. Para completar, ela ainda resumia ‘Bang’ como: “Inovador, inesperado e irreverente“.

Desde junho do último ano os surtos sobre o novo álbum começaram, quem lembra? No comecinho do mês, Anitta revelava informações sobre ‘Deixa Ele Sofrer‘, que serviu como carro-chefe desse novo trabalho, e que já recebeu um post especial aqui no nosso TThrowback.

Além disso, nesse mesmo mês, foi revelado o diretor artístico do álbum: Giovanni Bianco, que veio a ser responsável por toda a identidade da era, desde a capa do álbum até a direção de dois clipes oriundos dele. Sobre essa parceria, a cantora revelou: “Fiz uma reunião com Giovanni e dei a ele a missão de agradar a todos os públicos que eu atinjo, de crianças à comunidade gay. Em duas semanas, ele veio com uma proposta tão única, tão impressionante que eu cheguei a chorar.”
Dirigida por Giovanni, Anitta foi clicada por Gui Paganini naquele mesmo mês, com a promessa de um visual “totalmente diferente“.

Para atiçar ainda mais seus fãs, a cantora atualizou suas redes sociais comentando sobre o álbum:

Depois do lançamento do primeiro single do álbum, em julho, o Brasil todo ficou ainda mais curioso sobre o que estava por vir na carreira da Anitta. Em agosto de 2015, ficamos sabendo o nome de diversas músicas do álbum, além dos compositores delas. Entre eles estavam Jhama, Dubeat e ConeCrew Diretoria, que viriam a ser confirmados como parcerias do álbum depois. Além desses, Projota já estava confirmado como compositor de uma das faixas.

Em setembro de 2015, a cantora prometeu uma ‘nova Anitta‘, tanto na imagem quanto na música, e completou falando que mudaria o visual para a divulgação da era, no fim, ela só cortou as pontas do cabelo e deu uma clareada, nada muito radical.
Nesse mesmo mês, Giovanni Bianco foi confirmado como diretor do vídeo clipe da música que daria nome ao álbum, até o momento, o nome ‘Bang‘ não havia sido confirmado, mas já estava entre os favoritos dos fãs, entre os nomes das músicas já reveladas.

Até outubro de 2015, tudo o que sabíamos era que naquele mês aconteceria o lançamento do álbum, sem dia revelado. Mas, no comecinho do mês, dia 02, mais exatamente, a deserto tour estava chegando ao fim.
Começaram a circular pela cidade do Rio de Janeiro ônibus com ‘Bang!‘ estampado no vidro traseiro, algo que gerou especulação no fandom, já que tínhamos uma música com esse mesmo nome entre as registradas.

E, naquela mesma tarde, todo o conteúdo do álbum caiu na internet, através de um serviço de stream. Desde a capa do álbum até a tracklist e data de lançamento do mesmo. Quem lembra dos surtos?
Minutos depois a hashtag #AnittaIsBack já figurava os assuntos mais comentados no Twitter, bem como os avatares com a estética da era. E assim, se iniciou a contagem regressiva para o single e álbum ‘Bang‘.

No dia 05daquele mês, Anitta lançou um desafio entre seus fãs, que tinha como prêmio assistir ao lançamento do clipe de ‘Bang‘ em um cinema em que ela estaria presente. Para isso, bastava colocar a hashtag ‘Bang + single do estado’ no twitter e o mais citado receberia a cantora para o lançamento. O pessoal do Rio de Janeiro fez bonito e assistiu ao clipe com exclusividade no dia 08, com a cantora em um cinema da capital.

Antes do lançamento oficial, ainda foram liberadas as letras das músicas do álbum, de forma aleatória. Através de um site, era possível tweetar os trechos que os fãs mais gostassem. Os tweets com as letras foram usados, posteriormente, em lyrics vídeos de algumas músicas do álbum.

No dia 09, o clipe de ‘Bang‘ foi finalmente lançado no Youtube da cantora, e logo depois, teve sua estreia no TVZ, que foi apresentado por Anitta. O clipe foi um estrondo, recebendo mais de um milhão de visualizações por dia, chegando ao seu centésimo dia com 100 milhões, algo inédito, até então, para um artista brasileiro. A música ficou disponível nas plataformas digitais naquele mesmo dia e, no iTunes, ela vendeu mais 500 cópias em suas primeiras 24hrs, figurando o top 10 por semanas, bem como o álbum, que entrou em pré-venda no mesmo dia.

E por falar em pré-venda, foi com ela que ‘Bang‘ ganhou seu primeiro certificado: o de ouro. Quando foi lançado, no dia 13 de outubro de 2015, digital e fisicamente, o álbum já havia vendido mais de 40 mil cópias, algo que a Warner Music Brasil, gravadora da Anitta, não havia conseguido desde 2013.

O álbum, produzido por Mãozinha, Umberto Tavares, Rafael Castilhol e Papatinho, conta com composições da própria Anitta, Jhama, Jorge Bispo, o pessoal da Cone Crew, Projota e seus grandes parceiros de composições, Jeferson Junior e o já citado, Umberto Tavares, foi elogiado pela crítica.
Para Luis Lima, da Revista VEJA, o álbum é sonoramente mais ousado e experimental dos anteriores da cantora, e que a mesma cumpriu com o objetivo de fazer uma música mais plural e de alcance a diferentes públicos, fazendo um CD mais eclético e ‘internacionalizado’.
Já Rodrigo Ortega e Braulio Lorentz do portal G1 disse que “no geral, Bang mira com precisão no pop, embora erre o alvo tantas vezes. Quando acerta, aí é para matar.” Mauro Ferreira, do site Notas Musicais, disse que Bang é o melhor álbum de Anitta e que era superior a seus dois álbuns lançados anteriormente. Ele classificou a faixa-título junto com as canções ‘Gosto Assim‘, ‘Deixa a Onda Te Levar‘ e ‘Me Leva a Sério‘ como as melhores do CD.

A turnê de divulgação do álbum se iniciou no dia 07 de abril de 2016, no Barra Music, Rio de Janeiro. Com a casa de shows lotada, Anitta contou com convidados bem especiais no show de estreia: Cone Crew, Jhama, Vitin e Projota. Até o momento, a turnê ainda está em andamento.

Bang‘ teve, no total, 4 singles: ‘Deixa Ele Sofrer‘, a faixa homônima, ‘Essa Mina É Louca‘, que conta com a participação de Jhama, e ‘Cravo e Canela‘, que teve Vitin, da Onze:20, como convidado especial.
Deixa Ele Sofrer‘: estreou oficialmente como carro chefe do álbum ‘Bang‘ em 16 de julho de 2015. A música composta por Anitta, em parceria de Umberto Tavares e Jefferson Junior, traz uma versão da cantora, mais ‘pop chiclete’, mas sempre seguindo a ideia de woman power: “Quis ressaltar a questão da autoestima na relação entre homem e mulher“.
Bang‘: Lançada como segundo single do álbum homônimo, estreou em 9 de outubro de 2015, assim como seu vídeo clipe. Logo na capa do single, já vemos a nova ideia que Anitta queria passar para seu público: “queria algo revolucionário, que todas as idades curtissem, que fosse universal“, disse ela. A canção, composta pela em parceria com Umberto Tavares e Jefferson Junior, caminha entre o pop e o trap, com influências do eletrônico e funk dos anos 70 e, de acordo com Anitta, “é uma música que pode ser cantada para qualquer tipo de público. Assim como um tiro certeiro ao alvo, é um canto de vitória“.
Essa Mina É Louca‘: confirmada como terceiro single do álbum ‘Bang‘ no começo de dezembro de 2016 e lançada oficialmente como single dia 14 de janeiro de 2016, assim como o vídeo clipe da canção. A música foi composta por Jhama e Luiz Bispo, tendo esse primeiro como participação especial, e produzida por Rafael Castilhol.
Cravo e Canela‘: A canção foi composta por Jhama e Pablo Bispo, conta com a participação especial de Vitin, vocalista da Onze:20, e foi lançada oficialmente como single no dia 12 de maio de 2016, assim como seu clipe.

Em 3 meses de lançamento, o álbum conseguiu o certificado de platina, por 250 mil cópias vendidas, físicas e digitalmente e, dois meses depois, foi revelado que o álbum já havia vendido mais de 300 mil cópias, logo se tornou o primeiro disco de diamante da cantora.

No total, a era ‘Bang‘ já ultrapassa a marca de 480 milhões de visualizações no Youtube e 82 milhões de reproduções no Spotify.


Bang: Anitta em seu sentido mais figurado ou literal

Nove de outubro de dois mil e dezesseis. Um ano desde o lançamento do hino nacional brasileiro de muito mais que uma música junto com seu videoclipe. Lembramos muito bem de ouvir uns toques de piano darem introdução a uma sequência de batidas familiares, essas que nos apresentariam a outra sequência, só que agora de saxofones animados e também familiares. Também nos lembramos dos raios “abrindo” os monitores e nos levando a uma nova direção, onde lá havia, andando em nossa direção, uma formosa silhueta que logo tomaria as mais belas cores e expressões. Tudo isso acompanhado pelas frases que grudariam em nossas mentes pelos próximos meses (quem sabe, para sempre rs) na voz que sempre nos fez rebolar a nossa bunda hoje e não faria diferente, no momento.

São tantas emoções… Lembra-nos até o quanto que essa voz teve que cantar. O quanto que essa silhueta teve que dançar. O quanto de aprendizado que a dona disso tudo teve de adquirir para enfim fazer o que ela faz: dar o tiro certo em nós. O primeiro tiro foi dado pela menina má que conquistou o Rio de Janeiro e os olhares e os corações dos funkeiros cariocas. O segundo tiro ficou por conta do show das poderosas que conquistaram metade do país e provocaram a ira da outra metade, rs. Para tristeza dos provocados e para a alegria dos conquistados, a batida que nos deixa sem pensar puxou o gatilho por mais uma vez, e ainda com um ritmo mais que perfeito. Finalmente, o tiro recente foi assim, na cara dura mesmo, anunciado como um, dado como um, com alvo, ruído, efeito e tudo (BANG!). Este último mal tem um ano.

Falar de Anitta e seus feitos é sempre uma confusão denotativa ou conotativa. Ao mesmo tempo em que alegamos estar em um “tiroteio” diante dos fortes acontecimentos de sua impecável carreira, “levando vários tiros” ou ficarmos “mortas”, sabemos que nossa cantora não levanta mão pra ninguém, muito menos uma arma, rs. Tal explicação chega a ser estúpida. Contudo, o que ela faz atinge o objetivo, rende frutos, agrada, desagrada, estende-se, movimenta-se, faz barulho, influencia vidas… Um verdadeiro tiro certo, rs.

Com seu mais recente ícone vídeo-musical, não seria diferente. Bang é a superação de seus hits patronos antecessores. Estes que haviam conquistado muitos públicos, um mais que outro, foram superados pelo mais recente disparo de Anitta. Menina Má, Meiga & Abusada, Show das Poderosas, Zen, Na Batida, Ritmo Perfeito, Deixa Ele Sofrer… Todos eles têm em comum a qualidade de ser um meio a alcançar um objetivo, que pode vir a ser a satisfação popular, o maior número de views, as maiores reproduções radiofônico, o registro de um marco cultural histórico, talvez. Bang não é diferente neste aspecto mas tem sua singularidade: é um tiro certo e explícito, em letra e arranjo. Carrega consigo a conotação artística que há em cada som e, ao mesmo tempo, a denotação de acabar sendo, de fato, um tiro certo em todos nós.

Bang é o que há de literal e também figurado em Anitta. O fenômeno da natureza que arrasta lonas e multidões e que traz a multidão para performar os mesmos passos daquela silhueta que tomava cor e seguir com aquele som proveniente do piano, das batidas e dos saxofones. É uso do termo “dominação” em seu sentido figurado mas que acaba mobilizando a dª de casa em seus afazeres, o pedreiro em seu intervalo, o empresário em sua festinha privada, o rockeiro que pega o funk e brinca com ele junto de sua guitarra, as crianças e seus algodões doces, as gays discretas e as afeminadas, as mulheres do forró, do samba e das raves. Em suma, é um verdadeiro tiro certo em todo mundo.


Prêmios e indicações da era Bang

Deixa Ele Sofrer
Melhor Clipe Nacional (Capricho Awards)
Melhor Hit Nacional (Capricho Awards)
Melhor Clipe (Melhores do Ano FM O Dia)
Novo Hit (Prêmio Multishow de Música Brasileira)

Bang
Música Nacional (Geração Z Awards)
Clipe Nacional (Geração Z Awards)
Clipe do Ano (MIXME Awards)
Música do Ano (Radio Disney Brasil)
Música Chiclete (Prêmio Multishow de Música Brasileira)
Melhor Clipe TVZ (Prêmio Multishow de Música Brasileira)


Anitta já deu adeus à essa era maravilhosa e, muito provavelmente, já está preparando uma nova! Nós, da Central Anitta, mal podemos esperar para ver o que ela está preparando, e você?

15
set
16

O ECAD (escritório responsável pela distribuição dos direitos autorais) divulgou a lista das 20 músicas mais executadas publicamente entre janeiro e março nos segmentos de sonorização ambiental, rádio, casas de festas, casas de diversão e música ao vivo.

Anitta aparece em 9º lugar com “Bang“, sendo a única cantora brasileira e não sertanejo/internacional no top 10 do ranking.

A lista das 20 mais tocadas:

1. “Sosseguei” (Thallys Pacheco)
2. “Chuva de arroz” (Dudu Borges/Luan Santana)
3. “Hello” (Greg Kurstin/Adele)
4. “Aquele 1%” (Vinícius Poeta/Benício Neto)
5. “Sapequinha” (Ivan Medeiros/Eduardo Costa/Cabrera)
6. “Sorry” (Justin Bieber/Sonny Moore/Justin D Tranter/Julia Michaels/Blood Diamonds)
7. “Na hora da raiva” (Thiago Servo/Rafael Moura/Gustavo Moura/Cinara Sousa/Matheus Costa)
8. “Photograph” (John Macdaid /Ed Sheeran)
9. “Bang” (Umberto Tavares/Jefferson Júnior/Anitta)
10. “Isso cê num conta” (Rick e Nogueira/Thiago Teg/Douglas Cezar)
11. “Moda derramada” (Gabriel Agra/Gregory Castro/Celi Júnior/Leandro Rojas)
12. “Hotline bling” (Thomas Tim/Drake/Nineteen85)
13. “Dona do meu destino” (Zé Henrique)
14. “Seu Polícia” (Júnior Angelim)
15. “Blecaute” (Sideral/Rodgers Nile/Marcio Buzelin/Marcos Tulio Lara/PJ/Rogério Flausino/Paulinho Fonseca/Barnes Jerry/Raymond Calhoun)
16. “Piração” (Paula Fernandes)
17. “Cheerleader” (Specialist/Dunbar Sly/Ryan Dillon/Omi/Mark Antonio Bradford)
18. “Esqueci você” (Jairo Gois/Juliano Tchula/Marília Mendonça)
19. “Ponto fraco” (Juliano de Freitas/Diego de Souza)
20. “Meu violão e o nosso cachorro” (Simaria Mendes/Nivardo Paz)

Central Anitta Postagem por: Central Anitta
01
set
16

Depois de render paródias, covers, versões alternativas de outros artistas, ‘Bang‘ rendeu mais um feito para a Anitta: ela entrou para a trilha do Just Dance 2017.

A cantora é uma das poucas brasileiras à entrarem em alguma edição do jogo já que, além dela, só Daya Luz também estará na edição desse ano, com a música ‘Te Dominar‘. Ivete Sangalo também já havia entrado anos atrás, com a música ‘Dançando‘.

Confira uma prévia da coreografia:

Segundo rumores, será possível escolhermos a versão oficial da coreografia da música, que é dançada pela Anitta e seu ballet em shows e apresentações, mas por enquanto, são só rumores mesmo.

Just Dance 2017 ainda promete outros sucessos de vários artistas, e estará disponível para console e PC a partir do dia 25 de outubro deste ano.

Matheus Postagem por: Matheus
26
ago
16

Após revelar que trocaria likes (faria uma parceria) com Anitta, cantar ‘Bang‘ no Música Boa Ao Vivo e adicionar a música em sua setlist de shows, Tiago Iorc lançou oficialmente, no iTunes e outras plataformas digitais, essa sua releitura que vinha cantando.

Ouça:

Assista ao clipe:

Compre:

iTunes

Gostaram? Depois dessa, só falta uma parceria desses dois lindos, né? Anitta já disse que toparia super gravar um dueto com o cantor, quem sabe, né?

Matheus Postagem por: Matheus
06
jun
16

Na tarde do último domingo, 05, Anitta integrou o time da Warner Music Group no Midem Festival, em Cannes, na França. Lá, além de falar sobre sua carreira e como conquistou tudo que tem, foi apresentada a versão em inglês do sucesso ‘Bang‘, junto com um vídeo exibindo todos os feitos que a cantora já conquistou.

Confira o vídeo completo da Anitta na palestra, legendado pela nossa equipe:

Fotos:

Matheus Postagem por: Matheus
1234
Agenda da Anitta
Principais tags
13/05
Expo Palmeira no Complexo Esportivo
Palmeira - PR
20/05
Recinto de Exposições de S. José do Rio Preto
São José do Rio Preto - SP
25/05
Balada Loka no Pavilhões Festa da Uva
Caxias do Sul - RS
26/05
Woods Arena
Porto Alegre - RS
28/05
Show das Poderosinhas no Aud. Araújo Vianna
Porto Alegre - RS
Layout por Print Creative · Central Anitta · Alguns direitos reservados · 2014 ∞ · fãs online